Eu vos explico a Teoria da Conspiração

/
15 Comentários
ADVERTÊNCIA: A primeira vez que publiquei este post, deu pau no blog. Com certeza deve ser a censura do Google aliado aos conspiradores Illuminati Comunistas dos satanistas do Vaticano dos alienígenas da mídia dos judeus dos EUA e das Indústrias Petrolíferas que está impedindo que a verdade chegue à tona... brincadeira! ... ou não?

***

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo! E louvada seja sua serva, Santa Ana Mestra, que ensinou as Escrituras àquela que traria no seio o Verbo.


Deus cumulou o homem de muitos dons a sua imagem e semelhança. O dom da Razão, a irmã mais nova da Fé, é um deles.  Não é aquela razão com os punhos de renda oitocentistas encharcados de sangue do Iluminismo, mas aquele atributo de inteligência que define o homem entre os seres no mundo material. É esta inteligência que faz as ciências e as artes.

Esta capacidade de Ciência o Altíssimo imprimiu no homem colocando nele um profundo senso de questionar a causalidade nas coisas. O homem busca sempre as causas e pondera as conseqüências. É algo natural dele. Se algo ocorre, o homem se indaga por quê. E se indaga o que virá disso. É uma maneira também do homem (inteligente) se indagar da causa de si e do Universo, e chegar pela inteligência à conclusão que foi um Deus bondoso e sábio que a tudo criou. Daí nasceram as Ciências Naturais e a Filosofia. E por saber as causas, o homem manipula as conseqüências para mudar o mundo que Deus colocou sob sua responsabilidade, daí nasceram as Artes, que são uma recriação do que o homem percebe; as Engenharias, que manipulam as leis naturais para gerar máquinas que garantem a sua sobrevivência e multiplicação; e, por que não, a Medicina para entender as causas dos males e das curas.

Tendo a Revelação Divina em seu auxílio, o homem também chega às causas sobrenaturais, aquelas que ele não chegaria com seu próprio intelecto. Mas tal potência tem o intelecto humano que mesmo a partir da Revelação Divina, o homem tece as conseqüências, que é a Teologia, a maior das Ciências porque é a Ciência do maior tema, Deus.

Sabendo o homem que Deus é Altíssimo, omnipotente, omnisciente, simples, eterno e imutável, e fiado na revelação divina que não cai um pardal ou um fio de cabelo sem que Deus permita, o homem em Deus sacia seu desejo último de encontrar causalidade.

Porém assim como não cabe o oceano num buraco, não cabe Deus na cabeça do homem, assim aprendeu Agostinho. Eu uso um computador. Não entendo o que se passa dentro dele (deve ser algo do tipo 010101010101000101010101110101...), mas sei o suficiente para o usar. Assim também o homem entende a existência de Deus, mas não compreende como é ser Deus, e como é que Deus deixa passar o encadeamento das coisas.

O desejo de causalidade às vezes se volta contra o homem. Era uma vez um homem que ficava na entrada de uma vila gritando. Ele dizia que era para espantar as girafas. E alegava que o fato de nunca haver entrado uma girafa na cidade era uma prova da excelência de seus serviços à comunidade. Causa e conseqüência, não? Deste desejo de causalidade geram-se as superstições. Pegam-se poucos fatos e quer-se criar leis. Basta lembrar-se de dois azares ocorridos na sexta, faz-se a lei da conseqüência, a sexta é “aziago”. Basta encontrar dois argentinos arrogantes, conclui-se que os argentinos são arrogantes, a despeito dos milhões de argentinos que desmentirão a tese. O homem às vezes vê causa e conseqüência onde não existe. Nosso Senhor alerta que os galileus que morreram na queda de uma torre não eram mais pecadores que a média. Porque até nos azares e sortes da vida tenta-se ver causas, e por falta de naturais fazem-se as sobrenaturais da superstição: benção, ou maldição, ou sorte ou azar.

Esta propensão a generalizar, ie, tecer leis a partir de poucos fatos, é uma das maneiras mais sutis de manipular opiniões. Escolha, da cota diária de más e boas notícias, as que mais convierem, e você fará uma tendência nas pessoas. O Pravda, o jornal soviético, não era tão mentiroso e censurado não. É que ele só dava boas notícias da URSS e más dos EUA para a população. Chuchill já teve discurso no Pravda publicado. Elogiando Stalin, óbvio. Quando chamou o Leste Europeu de Cortina de Ferro, o jornal soviético não publicou. Quem lesse o Pravda concluiria que a URSS era o paraíso e os estados burgueses estavam nas últimas...

Um dos grandes avanços da ciência da Matemática, cuja excelência é proporcional ao descaso com que é ensinada no Brasil, foi na Estatística, especialmente no campo das Probabilidades. Existe aleatoriedade no universo. O que é aleatoriedade? É o caos. É o imprevisível. Isto incomoda o homem. Porque lá no fundo ele, buscando causas e efeitos, sabe que se pesquisasse suficiente, saberia pela geometria do dado, do chão e da força com que foi lançado, em que lado cairia. Lamentavelmente, para dados muito bem feitos er regulares, cada lado cai 1 de 6 vezes. As vezes cai 1,1 de 6 vezes. As vezes cai 0,9 de 6 vezes. As vezes cai 0 de 6 vezes. E por fim, cai 6 de 6 vezes, para seu desconcerto, que pensa que o dado está viciado (e porque estaria? 6 de 6 é improvável, não impossível). Mas sempre, no infinito dos lançamentos, o alea jacta est  é 1 de 6 para cada lado.

Quando a mecânica quântica revolucionou a compreensão da Física (exceto a velha e boa Termodinâmica, que continua imbatível), a aleatoriedade do universo  foi atirada à cara do homem. Sim, havia uma incerteza que o homem nunca superaria, enunciada por Heisenberg, quando se tem a posição, não se tem a velocidade e vice-versa. Onde está a partícula? Não se sabe, mas se sabe que ela se move. E quando se move, não se sabe onde está. O homem pensava que se fosse mais fundo, acharia as causas deste mundo. E quando foi às partículas,  feitas de partículas, de partículas, e – tumulto na física clássica com a Relatividade Geral - de energia condensada, achou o caos e uma frustrante probabilidade de encontrar as partículas em tal lugar. Sim, pode ser que um elétron da segunda camada de um átomo de cálcio da minha unha suja do dedão direito do pé esteja agora na minha unha do dedão esquerdo. Mas é estupidamente baixa, mesmo se juntar os pés. Mas há. Menor que a Megasena, mas há. Um belo milhonésimo de segundo, dos muitos milhonésimos de segundo do universo, ele pode sair dando uma volta...

 Enunciar o caos renderia um tratado de física e matemática. Muitos se revoltam contra o caos, o tal “efeito borboleta” do encadeamento de acasos combinados levando a imensas conseqüências. Porque isso vai de encontro ao pensamento de um universo ordenado pelo Altíssimo. Einsten disse que Deus não joga dados. É uma reação muito compreensível. É preciso ver ordem nas coisas! O céu não é o céu redondo e perfeito de Ptolomeu e Aristóteles, mas ainda assim era o céu perfeitamente regido por Newton e Kepler. Urano não dá uma volta perfeita em elipse em torno do Sol, mas quando chega perto de Netuno ele dá uma bandeada de lado. É imperfeito na geometria, mas perfeito na obediência à gravitação universal, e é possível prever sua trajetória centímetro a centímetro com as equações certas. Como pode as causalidades que movem planetas se indisciplinarem com partículas? Onde estão as equações? E por que falo dos planetas? Nem mesmo se choverá amanhã o homem sabe dizer que sim, vai que ao acaso uma borboleta borboleteie começando um tufão? Por isso que, com muita propriedade e fina clarividência, Nelson Rodrigues dizia que D. Hélder Câmara só olhava para o céu para saber se levava o guarda-chuva.

Se falamos do caos nas partículas, vejamos o caos que é História do Homem. Mil vezes mais fácil prever a trajetória de todos os neutrinos no Sol que prever o destino de um país. A História é caótica. Os acontecimentos humanos são caóticos. Como ironizava Tolstói em Guerra e Paz, é muito difícil crer que apenas a vontade de Napoleão causou toda a catástrofe da guerra na Rússia. Tantos fatores levam a um evento! Tantas somatórias de vontades, de razões e emoções que a vida é um conto contado por um tolo, diria Shakespeare.

O mais curioso é que mesmo o caos por pura aleatoriedade gera um padrão ou uma forma. Como o dado perfeito que caiu seis de seis vezes, as vezes a espuma do mar forma uma figura. Ou a nuvem no céu. Ou a borra de chá. Ou a mancha de sabão num vidro. Ou a História. Há um padrão que progressivamente levou à ascensão do Império Romano, há um padrão que culminou na catástrofe da R(D)eforma Protestante, há um padrão que levou à deposição dos Bourbon na França, há um padrão que fez eclodir a Segunda Guerra Mundial.

Sendo o homem como é, ele busca uma razão nisso. Alguma coisa deve explicar e ordenar a História e os acontecimentos. O mundo que vivemos é maligno, em todas as eras. Portanto não pode ser Deus, a despeito de ser o Senhor da História, a ser quem move esta precessão de fatos, especialmente os ruins. Deus não queria a Revolução Bolchevique, com seus 150 milhões de mortos na Rússia e China, tenho certeza. Mas somos tentados a achar uma causa comum.

Ai surge a teoria da conspiração, que busca explicar isso. O que ocorre na verdade é planejado bem planejadinho por um grupo, freqüentemente superpoderoso e maligno, que age nas sombras (nunca vi ninguém dizendo que é um grupo do bem). Tudo tem uma causa, e todo padrão tem uma lei por trás a o ordenar.  Como na carvena de Platão, vemos aqui as sombras, mas na realidade são os planos nefastos deste grupo secreto. Que grupo? Tanto faz. Podem ser:

- Os illuminati da Bavária (e os menos conhecidos Illuminati da Brahma, Illuminati da Skol, Illuminati da Kaiser, Illuminati da Stella Artois, e assim vai). Como tributários dos Illuminati, vem aquelas ordens secretas (que todo mundo sabe quem são os membros), a Maçonaria e os Rozacruzes, cujo poder é desproporcional à fama.

- A Igreja católica, malvada igreja! Você pode subdividir também aqui. Pode ser “o Vaticano”, a Cúria Romana, o Opus Dei, a Ordem Amuliana da Antiga Observância, os Jesuítas, A Inquisição, a Maçonaria infiltrada, a KGB infiltrada, o Diabo infiltrado, os modernistas infiltrados (até São Pio X sofreu desta), a Congregação para a Doutrina da Fé, a Legião de Cristo e assim vai...

- Os comunistas! Ah, o Agitprop soviético! O Cominthern! A KGB! O ouro de Moscou! O Foro São Paulo! (PS: mas este é verdade)

- O Tio Sam: A CIA, o FBI, Hollywood, Walt Disney, Wall Street, o partido Republicano, o McDonnalds, a burguesia, o Tea Party, a Ford Motors Company, os smurfs...  alguns deles (ou todos eles!) lideram uma misteriosa conspiração de direita...

- A mídia! Ah, petistas, sempre seguindo a máxima leninista de acusar nos outros daquilo que se faz! Não é verdade que a mídia domina a tudo, é quarto poder, é o cidadão Kane? A Globo, a Time Warner, a Fox News, a CNN, o Clarin, a BBC, todos dominam o mundo! Menos o Osservatore Romano, droga!

- Os satanistas... que aparentemente tem gosto artístico por enfiar 666 em tudo. Estes são os preferidos dos Evangélicos. Mas pode-se abrir para os macumbeiros e as bruxas também. Se a macumba e as religiões animistas africanas tivessem o poder mágico que os pastores da Igreja Universal do Reino de Deus dizem que tem, não sei como os africanos não iam buscar escravos na Europa, não o contrário...

- Os judeus! Este era o favorito nos anos 30 e em alguns séculos anteriores. Os judeus sempre são pegos de bode expiatório desde o livro de Ester, e, a despeito de os acusarem de serem tão poderosos, sempre são vítimas. Alguém já não ouviu que “Os protocolos dos Sábios de Sion” são a expressão da verdade? Hoje em dia anti-semitismo é crime, então se disfarça em anti-sionismo, que parece ter muito melhores cores, especialmente na esquerda. Tecnicamente, os anti-sionistas não são contra os judeus, mas contra o Estado de Israel e, com contornos humanitários, a favor dos pobrezinhos palestinos (que elegeram o “inofensivo e humanitário” Hamas em Gaza). Parece tudo muito geopolítico, mas ai vem a conclusão: Acabando com Israel, o que se faz com os israelenses? Joga-se no mar?

- Os alienígenas!!! E ai você pode acrescentar alguma organização governamental que esteja junto deles. Ou some ai na mistura uns povos antigos que não estejam aqui mais para se defender. Você também pode dizer que estes alienígenas era conspiradores tão bons que se passavam por deuses! E desenvolveram a raça humana que supostamente andava de quatro, à moda de Rousseau! Os alienígenas fizeram as pirâmides, ensinaram aos sumérios a escrever, aos gregos a filosofar, os astecas a fazer transplantes cardíacos (que não conseguiam, então só o arrancavam dos prisioneiros) ... infelizmente estes alienígenas professores se esqueceram de ensinar a egípcios, sumérios, gregos e astecas a viajar no espaço... logicamente antes de se entediarem (que outro motivo?) e irem embora daqui. Há quem diga que os alienígenas ainda conspiram. Que evitaram a guerra nuclear e partiram o meteoro de Tungunski. Este é o único caso de conspiração do bem que ouvi falar.

- O lobby das Indústrias petrolíferas! Esta é tributo ao comunismo verde (conspiração eco-leninista!) que se disfarça de ambientalismo. A Shell, BP, Total,  Exxon, Chevron que mal sustentam seu valor de mercado nas bolsas movem o mundo em busca da dependência de seus produtos e sabotam as tecnologias verdes! Más, más, más! A Petrobrás deve estar por trás do fracasso dos moinhos de vento! Eu só me pergunto se uma conspiração desta ia perder seu tempo só para vender gasolina e diesel, não governar o mundo.

Enfim, daí vem a Teoria da Conspiração. A necessidade encontrar causas e padrões numa História caótica. Grupos que precisam de um inimigo externo para se manter coeso se fartam de acusar teoria da conspiração com seus desafetos. Assim os petistas fazem com a mídia e uzamericanu, os evangélicos com os satanistas, os nazistas com os judeus, todos com a Igreja católica...

***

Falei demais, porém o assunto vale. Porém o leitor, como Einsten, deve estar se perguntando como conciliar a vontade de Deus e Ele em si, que a causa primeira de tudo, com a aleatoriedade, desordem e caos que vemos no Universo e na História. Há dois fatos. Deus existe a Aleatoriedade existe também!

Este é o desafio filosófico que deixo para meus leitores em seus comentários.

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo, Caminho, Verdade e a Vida, Verdadeiro Deus e Verdadeiro Homem, Senhor e Salvador nosso!


Você também pode gostar

15 comentários:

  1. É isso mesmo!

    Só noto que a expressão "teoria da conspiração" com frequência é utilizado para se referir a teorias da conspiração falsas (inexistentes, imaginárias). Mas é preciso lembrar que há também as teorias da conspiração verdadeiras, legítimas.

    Isto é, só porque algo é rotulado de "teoria da conspiração" não significa que uma conspiração, secreta ou, mais frequentemente, discreta, não tenha acontecido e sido posta em execução.

    O Foro de São Paulo, por exemplo, teve natureza claramente conspiratória e existiu como força extremamente influente e discreta nos rumos da América Latina. Os negadores do Foro logo bradavam "teoria da conspiração!!" para evitar lidar com as provas do seu poder e influência. Mas era, e é, tudo verdadeiro.

    Portanto, só porque há os lunáticos que enxergam conspiração em todo o canto não quer dizer que existam conspirações genuínas e bem-sucedidas. Por exemplo: os iluministas que inventaram que a Igreja Católica ensinava uma terra plana, o grupo Bildeberg que exerce forte influência política nos EUA e Europa, etc.

    Ótimo texto!

    ResponderExcluir
  2. Eu já sou mais da "iluminada" Bavária, -Skol também eu gosto, e da Antarctica "faixa azul"-, mas não estou estando podendo beber ultimamente (para usar linguagem de tele-atendimento).

    Concordo com o Victor: se quiser desacreditar-se uma história, chame-a pelo que ela é. Isso desarma o adversário menos preparado e mais tímido. O Chopp en Hauer (que eu nunca provei, mas dizem que é muito bom, se for gelado) sabia bem disso.

    ResponderExcluir
  3. Bom, escrevi um pouco errado, mas é isso mesmo que se entendeu, se é que alguem entendeu.

    Mas, falando em conspiração, o que é da certidão de nascimento de um certo presidente americano, que ninguém sabe, ninguém viu???

    Abraço

    ResponderExcluir
  4. Mas frei, se os americanos tentam por todos os meios, e as vezes conseguem, impor o aborto nas legislações dos outros países, como manda o relatório Kissinger, e se eles conseguem convencer os próprios alunos de lá que a Amazonia é americana (e isso não é lenda, não), por que não se pode esperar outras conspirações, até mesmo o ataque de 11 de setembro (que nunca foi bem explicado. Tem avião que ninguém viu, predio caindo sozinho... as torres caindo em velocidade de queda livre, etc)? Olhe que se eu der de cara com Bin Laden vivinho da Silva tomando uma Cuba Libre em uma praia paradisiaca, duvido que eu me surpreenda. Só me surprenderei porque ele é muçulmano e estes não devem beber álcool e porque eu nunca vou em praias paradisíacas.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Eu estava a concordar com o anonimo aí acima, mas escrevi demais, então apaguei. Mas de certo modo, concordo com ele.

    ResponderExcluir
  7. Rezemos pedindo a Deus sua Misericórdia!

    ResponderExcluir
  8. Diante dos acontecimentos das últimas décadas, de ordem política, religiosa e natural, é próprio de nossa constituição humana, arrazoarmos sobre tais questões, principalmente quando temos alguma tradição formada para traduzirmos ou interpretarmos estes acontecimentos.
    Somos herdeiros de um conglomerado de tradições que convergem em interpretar os acontecimentos históricos, políticos, econômicos e da trajetória do homem, como geralmente inseridos em meio a um combate entre divindades e os seus aliados numa luta pelo reinado universal, uma batalha cósmica entre as forças do bem e do mal. O problema - ao meu ver - é que inevitavelmente, ao tentar investigar ou interpretar a história desta maneira, sempre cria-se um cenário onde Deus está sempre "lutando" para manter a ordem, e assim, um adversário ou seus agentes, sempre "impedindo" o fluir natural dos fatos. Nisto, a idéia de conspiração, encaixa-se perfeitamente em nossa mente, seja ela acurada, desesperada ou até mesmo, cética. Com isso, tenho para mim, que, as chamadas conspirações existem somente em suas pretensões e até em sua organização, no entanto, suas ações não estão e nunca estarão fora do controle absoluto de Deus e de seus propósitos para o Universo e toda criação. Ou seja, todas as ações, sejam elas pretensas ou legitimamente conspiratórias, acontecem dentro da providência e vontade divina, e nunca, desconexa. Gosto de lembrar o acontecimento narrado no Evangelho de Lucas, cap. 12; Ali diz que um homem formava os seguintes planos e projetos em seu coração: “Que farei? Não tenho onde recolher os meus frutos. E disse: Farei isto: Derrubarei os meus celeiros, e edificarei outros maiores, e ali recolherei todas as minhas novidades e os meus bens; E direi a minha alma: Alma, tens em depósito muitos bens para muitos anos; descansa, come, bebe e folga.” Pois bem, o tal homem, porventura rico e poderoso, formou o projeto de tudo o que ele intencionava fazer, porém foi Deus, quem decidiu se o projeto iria ou não se concretizar. Porém não de forma fatalista, pois o próprio Deus, na criação, dotou o homem com aptidões de domínio, autoridade, preservação e controle sobre a terra, e nisto não interfere, pois senão, estaria quebrando suas próprias leis. No entanto, tudo está conforme as suas leis, tudo sob o seu controle.

    ResponderExcluir
  9. Mas quem falou em criar um Estado para a Palestina foi o próprio Papa Bento que o frei diz respeitar e isso, claro, não significa extinguir o Estado de Israel. Não foram os palestinos que começaram essa briga, mas os judeu que vieram lhes tomar as terras. De qualquer modo, se eles se matam e há erros por todos os lados, tomar parte de um ou de outro é ridículo. O Papa, pelo menos, quer a paz, vendo o fato de que os judeus deixaram os palestinos, praticamente, apátridas. Ora, na Bíblia, Deus proferiu maldição sobre os judeus que ficariam espalhados pelo mundo. É claro que a união desse povo em Israel só poderia existir a despeito de uma ordem do próprio Deus, e, por isso, com muita violência para se manterem lá, como sempre vai ser até os dois se explodirem. Se os judeus fossem tão frágeis assim, a mídia falaria mal também da religião deles, o que não faz. Por que será? A mídia nega até o massacre dos cristãos, os professores de história negam o martírio dos santos na Igreja primitiva, mas se alguém falar que o holocausto não existiu é capaz de ser... preso e crucificado. É inegável o poder dos judeus, até porque a própria esquerda é cheia de judeus.

    ResponderExcluir
  10. Esta é outra "conspiração" que o Relatório Kissinger corrobora: http://juliosevero.blogspot.com/2008/08/as-mulheres-e-o-futuro-da-humanidade.html Se os EUA estão usando ou não a ONU para isso (e que grande novidade, se estiverem) eu não sei, mas que está acontecendo, está. Só que "a volta vem", e vem na forma de milhões de muçulmanos "em potencial", que estão por nascer, e quanto à estes a ONU não pode fazer nada. As populações de raiz étnica de países como França e Alemanha -ou seja, os nativos- estão quase no ponto onde não há mais volta possivel sem miscigenação, ou seja, estão extermindando-se a si mesmos. O Brasil, aliás, está um pouco, e só um pouco, acima desse limite. Segundo alguns cálculos (aceitemos, apenas, sem comprovação), era para temos 230 milhões de habitantes. Por causa do ABORTO, não chegamos a 200 milhões. E tal aborto é causado por uma conspiração claríssima, financiada por Fundações americanas, com o objetivo de enfraquecer o Comércio a os efetivos do Exército, que é o que faz os EUA se borrarem de medo da China. Este é um exemplo de "conspiração" verdadeira, que a gente está vendo acontecer. Mas, vamos teorizar uma menorzinha, no post seguinte.

    ResponderExcluir
  11. Teorizando uma teoria da conspiração diplomática:

    Senhora dona Yoani Sanchez. Imaginem se ela recebe o visto de saída de Cuba. Ja viu a sinuca de bico em que se mete certa presidenta? Ela terá que ouvi-la, queira ou não queira. A Imprensa não ia perder essa.

    Ora, então, como faz? - "Eu dou o visto de entrada, mas vocês não dão o de saída". Simples! Cuba faz o papel que sempre fez, e quem vai desconfiar disso?, o Brasil passa por "bom moço", e ninguém é posto contra a parede. Concordam?

    No melhor "sotacón" da colônia italiana: "Se non é fatto, é bene trovatto"...

    ResponderExcluir
  12. Estou, eu e mais alguém, lhe contestando, Frei Rojão. Porém, não se trata de "contrariá-lo" gratuitamente. O senhor tem muita razão, sim, quase todas essas "conspiraçõs" são absurdas (menos a dos alinens-lagartixa, claro). Apenas é preciso discernir que "nem tudo o que parece deixa de ser só porque parece"(???) Pois é, vocês entenderam, às vezes o óbvio é o melhor disfarce, se é que necessitam disfarce.

    Algumas "conspirações" são verdadeiras, como a de certa industria que comprava as pesquisas que condenavam seu produto. Outras são menos claras ou conhecidas, como se alguém disser que a Ditadura brasileira era quase que totalmente comandada PELA ESQUERDA BRASILEIRA: também vão dizer que é loucura. Mas havia uma certa "eminência pardo-comunista" no Governo, isso havia, e tinha voz. Pois é... será? Ou, seria?

    ResponderExcluir
  13. Estou, eu e mais alguém, lhe contestando, Frei Rojão. Porém, não se trata de "contrariá-lo" gratuitamente. O senhor tem muita razão, sim, quase todas essas "conspiraçõs" são absurdas (menos a dos alinens-lagartixa, claro). Apenas é preciso discernir que "nem tudo o que parece que é deixa de ser o que é só porque parece que é o que é"(???) Pois é, vocês entenderam: às vezes o óbvio é o melhor disfarce, se é que necessitam disfarce.

    Algumas "conspirações" são verdadeiras, como a de certa industria que comprava as pesquisas que condenavam seu produto. Outras são menos claras ou conhecidas, como se alguém disser que a Ditadura brasileira era quase que totalmente comandada PELA ESQUERDA BRASILEIRA: também vão dizer que é loucura. Mas havia uma certa "eminência pardo-comunista" no Governo, isso havia, e tinha voz. Pois é... será? Ou, seria?

    ResponderExcluir
  14. Frei Rojão, nem lhe conto: fui no posto de saúde (tava meio de piripaque, pra variar) e -além de me apavorar com o tamanho da fila e um carro da SUSEPE parado na porta (tá, mas vai que o preso era gente boa, neh..., deixemos ele)- além de tudo isso, sai a ficha de atendimendo: nome, endereço... NUMERO DO MÉDICO: 666 :@

    Acabei indo verificar a pressão na farmácia... Eu, hein? Sô bobo? ://

    Claro, Frei, que eu não saí por causa dessa bobagem. É que a fila estava grande, ia demorar muito a minha vez, e tinha gente pior que eu, que aliás já estava medicado. Mas o numero era esse, mesmo, rsrs

    ResponderExcluir
  15. LULA: VOU IMPLANTR O COMUNISMO NO BRASIL...
    A Nova Ordem Mundial, Nova Era, NWO é um movimento do comunismo-socialismo internacional anti cristão e em especial adverso à Igreja Católica-Cristo para implantar globalmente o material-ateísmo. Negando a doutrina da Igreja e as S Escrituras ou a socializando da forma como procede a esquerdista e herética Teologia da Libertação, propondo apenas à base da ideologia socialista a conversão desse mundo em um perfeito paraíso. O "Catecismo anti comunista" muito resumido e de rápida leitura de D Geraldo Sigaud, veja na net, e o livro "Poder Global e Religião Universal" elucidam-no também.
    Porém, os países comunistas, tanto os que o abandonaram quanto os que ainda se mantêem em suas ideias e propósitos, como os "currais-países" Cuba e Coreia do Norte, mantendo suas "reses" aprisionadas, são péssimo exemplo desde a vida precária do "gado confinado" assim como o nível de progresso tecnológico e de conforto dentro de suas "granjas", por aqui ainda conhecidas como "famílias", porém aqui, cada vez mais afastando-se da Lei de Deus, fatalmente, se não retornarem aos ensinamentos da Igreja, precipitar-se-ão no comunismo materialista, opressor e ateu, nos mesmos moldes citados.
    A lei bioquímica de Pasteur aplica-se adequadamente aqui: "o micróbio não é nada mas o terreno é tudo"; no caso, ao no afastarmos da Igreja de vida incidiremos na morte total, nas armadilhas do social-comunismo, como presas fáceis; é tão verdade de como cada vez mais a devassidão grassa na sociedade mais a população imerge-se nas mais variadas modalidades: aborto, pedofilia, corrupção geral, uniões gays e glbts, etc. mais a violência se instaura e as pessoas divididas por lutas de classes, batendo-se entre si, facilitam sobremodo o apresamento por um regime ditatorial materialista e ateu camisa-de-força.
    Note-se que os comunistas se pautam sob os "10 mandamentos de Stálin", veja na net, e do satanista Marx: "nada há de absoluto, definitivo ou sagrado" e cada vez mais controlam a mídia - peça-chave para se propagarem e subverterem o povo; aliás, "mentir" para beneficiar o partido é "virtude" e "todos os meios justificam os fins" - à consecução do poder, assemelhando-se ao nazismo que Hitler instalaria na Alemanha, por sinal, graças a votos dos Estados protestantes.
    Por outro lado, no Brasil representados em especial pelo carro-chefe, o PT e seus candidatos, desgraçadamente votado e eleito por muitos católicos traidores de Cristo, automaticamente excomungados da Igreja, e partidos socialistas anexos, como: PSOL, PSTU, PC do B, PDT etc., e mesmo o PRB do abortista-sectário Edir Macedo da Igreja Universal e de seu candidato Celso Russomano à Prefeitura de S Paulo, amicíssimos do PT.
    Procurem no "You Tube" 2 vídeos: "Lula: vou implantar o comunismo no Brasil" e "Lula defende na ONU a Nova Ordem Mundial". E em vários blogs: Lula chama "bobagem" a passagem bíblica que promete o paraíso aos pobres...
    Muito cuidado: há vídeos, literaturas e fotos montados e fraudados do S Padre Bento XVI com vestes sacerdotais com símbolos satanistas e (ou) esoteristas, gestos com os dedos "chifrados" e outros vinculados aos "Illuminati", até mesmo prenunciando e defendendo a Nova Ordem Mundial...
    O Vaticano já refutou e repudiou tais calúnias.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.