Cuidado com o pão do mal...

/
3 Comentários
Cuidado com o pão. Ele que pode se tornar o Corpo de Cristo na mão de um sacerdote, pode também ser arma de Satanás. E foi com o pão que Satanás tentou a Cristo: "Se és filho de Deus, transforme estas pedras em pão". Pelo pão, os judeus quiseram fazer Jesus rei, assim narra João. Mas era pelo pão material, não por ser Cristo o verdadeiro maná. Esaú vendeu sua primogenitura a Jacó por um prato de lentilhas e um pedaço de pão!!!

O poder de distribuir pão pode fazer ditadores. Todos que ambicionam o poder distribuiem pão. A tirania do governo romano se sustentava distribuindo pão. Finalmente, a Revolução Bolchevique, a mais nefasta e diabólica revolução já acontecida nesta História eivada de sangue, mentirosamente prometia "paz, terra e pão". Não deu nada disso. As terras foram tomadas dos camponeses e a guerra externa e civil estourou. Quanto ao pão, pelo contrário, matou 30.000.000 de filhos de Deus de fome, para vender trigo da Ucrânia e financiar suas siderúrgicas. Para um petista esta lógica pode estar certa, não para um católico e seguidor de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Cuidado com o pão. Pode ser o pão que o Diabo amassou. Pode ser o pão comido com lágrimas. Este pão pode custar caro. É o pão em que se vende a liberdade, é o pão com que se abandona a graça, é o pão da demagogia que gera as sedições, é o pão da morte!

Por que esta digressão? Porque o Júlio "Land Rover" Lancelotti, um dos mais nefastos sacerdotes a dilacerar a Igreja nas terras de Santa Cruz fez a seguinte afirmação sobre uma churrascada pró-cracolândia, tentando jogar areia na ação da polícia no lugar: "Se houver partilha, se todos tiverem direito ao pão, a cidade vai ser nova e diferente". Claro. A Cidade dos Homens, governada pelo Anticristo e pela Besta do Apocalipse e pelo Falso Profeta, também é nova e diferente! Quando Marta, do PT de Lancelotti, estava no poder em São Paulo, não lembro de tê-lo visto preocupado com a partilha pão na cracolândia... Muito pelo contrário, as pedras é que estiveram soltas, a época da Marta inclusive! 

Gosto de ver partilharem o pão. Mas faço o sinal da cruz quando vejo gente falando em partilhar o pão...


Você também pode gostar

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Frei Rojão, leio sempre seus artigos e vejo que posso confiar no que coloca neste site pois vc tem grande conhecimento e é fiel à tradição apostólica. Parabéns, principalmente por este artigo.
    Lucienne

    ResponderExcluir
  3. Frei, mais um artigo que falou tudo! Obrigada por manter esse blog sempre ativo!

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.