"Durma-se com um barulho destes!"

/
4 Comentários
Tem gente que fuma maconha braba antes de escrever comentários aqui. Observem este comentário que não fala coisa com coisa, é típica lógica distorcida por THC ou petismo:

Mas o que é isso,uma nova Cruzada??!!

Não, meu filho, é apenas um blog.
E se fosse uma Cruzada, seria bom. Estude História e verá que as Cruzadas foram muito boas.

Deus é a criação o criador e a criatura...

Como diria Demerval, quando escreve no Facebook: "WTF???"
Como pode ser criação (toda ela) e criatura?
E como pode ser criador, se o ato de criar é do criador, e o efeito de ser criado é da criação?
Você não entende nem de Deus, nem da criação. Nem de si mesmo. Nem de lógica, mas falar isto é covardia.


Todos nós somos iguais, pois somos criação e criatura,

Não somos criação, somos PARTE da criação.
E não somos iguais não senhor! Estrelas fazem parte da criação. Eu sou gente, não sou estrela. Pedras fazem parte da criação. Eu sou gente, não sou pedra. Asnos são parte da Criação. Eu sou gente, não sou asno. Anjos fazem parte da criação. Eu sou gente, não sou anjo.  Logo, não somos todos iguais. Precisa ser Aristóteles para entender esta lógica profunda que expûs?

então vão tomar vergonha na cara, 

Vai você, tome vergonha e duas colheres de lógica. E pare de fumar maconha, faz mal!

olhar no espelho do universo

Ohohohho, onde fica tão maravilhoso (e grande) dispositivo? Deve ficar entre a névoa das baforadas do seu cachimbo da paz.

e verás que não há diferenças. 

O autor pelo jeito considera que não há diferença entre terceira pessoa do plural  (vão tomar) e segunda pessoa do singular (verás). O relativismo começa na gramática, né?

Somente na cabeças de preconceituosos...

E na cabeça dos que fumaram maconha

Quanto ao preconceito, a Igreja católica é veemente ao condenar a manifestação de preconceito em todas suas formas sobre quaisquer temas. Vejam algumas manifestações do magistério, coisa pesquisada rápida, com o Google:

INTERVENÇÃO DA SANTA SÉ JUNTO ÀS NAÇÕES UNIDAS E INSTITUIÇÕES ESPECIALIZADAS EM GENEBRA POR OCASIÃO DA CONFERÊNCIA DE REVISÃO DA DECLARAÇÃO DE DURBAN DE 2001 - DISCURSO DO ARCEBISPO SILVANO M. TOMASI - Genebra, 22 de Abril de 2009

A delegação da Santa Sé compartilha a aspiração da comunidade internacional a superar todas as formas de racismo, de discriminação racial e xenofobia na consciência de que "todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos" (Declaração Universal dos Direitos Humanos, art. 1) e estão unidos numa única família humana. De facto, uma comunidade internacional justa desenvolve-se de maneira apropriada quando o desejo natural das pessoas humanas de se relacionarem não é deturpado pelo preconceito, medo dos outros ou interesses egoístas que minam o bem comum. Em todas as suas manifestações, o racismo afirma falsamente que alguns seres humanos têm menor valor e dignidade que outros. Isto viola a sua igualdade fundamental de filhos de Deus e leva a uma violação dos direitos humanos e de inteiros grupos de pessoas. Partecipando na Convenção Internacional sobre a eliminação de todas as formas de discriminação racial, nos esforços comuns das Nações Unidas e de outras organizações internacionais importantes, a Santa Sé esforça-se em assumir plenamente a própria responsabilidade segundo a sua missão. Empenha-se em combater, num espírito de cooperação, todas as formas de racismo, discriminação racial, xenofobia e formas conexas de intolerância.


PEREGRINAÇÃO DO SANTO PADRE BENTO XVI À TERRA SANTA (8-15 DE MAIO DE 2009) - SANTA MISSA - HOMILIA DO PAPA BENTO XVI
Monte do Precipício - Nazaré  - Quinta-feira, 14 de Maio de 2009


Infelizmente, como o mundo sabe, Nazaré experimentou tensões ao longo dos últimos anos, que prejudicaram os relacionamentos entre as comunidades cristã e muçulmana. Exorto as pessoas da boa vontade de ambas as comunidades a reparar o dano que foi feito e, em fidelidade ao credo conjunto num único Deus, Pai da família humana, a trabalhar para construir pontes e encontrar formas de coexistência pacífica. Cada um rejeite o pode destruidor do ódio e do preconceito, que matam a alma humana antes ainda que o seu corpo!

Vão dormir!!! 

Durma-se com um barulho destes!


Você também pode gostar

4 comentários:

  1. O frei não precisa de defesa... Vou dormir, com meus próprios barulhos, frei... rsrsrsrs...

    ResponderExcluir
  2. Frei, eu me divirto muito lendo seu blog! Só a violência gera compreensão... e, às vezes, nem ela! :-P

    ResponderExcluir
  3. "E se fosse uma Cruzada, seria bom. Estude História e verá que as Cruzadas foram muito boas".

    Boas pra matar gente né?

    ResponderExcluir
  4. Muito bom frei. Quanto às Cruzadas compartilho de sua opinião, as cruzadas foram ótimas, salvou o Ocidente dos bárbaros muçulmanos agressores. Hoje, o que se vê? a turba muçulmana de novo se assanhado e por meios convencionais ou outros estão se infiltrando no ocidente, e principalmente, nas ideologias sãs.
    Tomara que nunca fosse necessária, mas em defesa, que bom que as cruzadas ressurgissem na história, teria honra de ser cavaleiro de Cristo.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.