No Inferno, os demônios dizem ''Amém!''

/
8 Comentários
Chegará o tempo em que qualquer um que os matar pensará que está fazendo a vontade de Deus

São João 16, 2 

Um jovem contraditório - acredito que uma pessoa com sérios distúrbios psíquicos e de auto-afirmação - vem aos comentários deste blog falar bobagens e desatinos contra a Igreja. Tem meio conhecimento da religião, o suficiente para ser marionete nas mãos de Satanás contra o rebanho de Cristo. Foi vencido em todos os debates que entrou, vomitando seu ódio e mentiras contra a Igreja católica, fundada por Nosso Senhor Jesus Cristo. Não retruca naquilo que é derrotado, procura novas mentiras para atacar.Agora parte para as ofensas. Finalmente, soltou esta pérola, mostrando que não é o amor de Deus que o move, mas o ódio infernal:




"Que esmaguemos a infame ICAR! (sic)"

No Inferno, os demônios dizem "Amém!, Amém!"

O que dizer? Este é o grito que repetem Satanás e seus anjos há dois mil anos. E há dois mil anos tentam. No final dos tempos, terão um breve reinado, sob o Anticristo, que atacará a Igreja católica e fará tribulação tal como nenhuma outra. Mas sabemos que Nosso Senhor Jesus Cristo como guerreiro invencível há de nos salvar. E temos o poderosíssimo São Miguel Arcanjo, defensor da Igreja, pronto a derrotar Satã uma vez mais. Temos a invicta Santa Mãe de Deus, Maria Santíssima, a Virgem Poderosa, Rainha dos Mártires, que como a rainha Ester se ajoelha aos pés do Rei Altíssimo pedindo pela vida de seu povo.

Proponho que cada leitor que me lê reze uma Ave-Maria pela alma do homem que proferiu estas palavras, em desagravo ao pecado contra o Espírito Santo que ele cometeu.






Você também pode gostar

8 comentários:

  1. Acredito que no Céu e não no Inferno, que os anjos digam "Amém" pela última pá de terra que nestes últimos tempos está sendo lançada sobre a cova em que jaz a seita herética do Bispo de Roma mandão, chamada de ICAR. Porque Catolicismo-romano ou sede por mandar e humanismo que não ousam dizer os seus nomezinhos, disfarçados de religião e piedade não fazem o menor sentido.

    Com amor e oração (Mateus 5:44 ACF; Lucas 6:27 ACF; Lucas 6:35 ACF),
    João Emiliano Martins Neto

    Sola gratia!

    ResponderExcluir
  2. Desculpe minha ignorancia, mas o que seria ICAR?

    ResponderExcluir
  3. Anônimo
    ICAR é o apelido carinhoso de Igreja Católica Apostólica Romana.

    Caro João Calvino
    Estamos avançando. Pelo menos você já reconhece o Papa como Bispo de Roma (em letras maiúsculas como deve ser).

    "Última pá de terra" na cova da Igreja Católica? Você acompanha como anda o desenvolvimento da Igreja Católica e do protestantismo?

    Você chama de seita a ICAR que é a mesma hoje e sempre será? Mas chama de religião o protestantismo que abre mais igrejas e denominações do que botecos, espalham mais doutrinas divergentes entre si do que o espiritismo?
    O próprio Calvinismo que gerou um monte de igrejas nacionais, todas elas "reformadas", tem só no Brasil umas cinco denominações. De qual delas o senhor faz parte?

    É isso que você chama de Igreja Una? É isso que o senhor identifica como a Igreja fundada pelo Nossos Senhor Jesus Cristo?
    Se o Senhor dos Exércitos é o mesmo Deus de Abrahão, Issac e Jacó, como pode ser o mesmo da Igreja Reformada Holandesa, da Igreja Prebiteriana do Brasil, da Igreja Congregacional,...?
    Se o Espírito Santo de Deus é mesmo, como podem ensinar doutrinas diferentes em cada uma delas? Então o senhor tem que admitir que se por um acaso a sua denominação está certa, todas as outras tem que estar tão erradas quanto o senhor acredita estar a Igreja Católica. Não é?

    ResponderExcluir
  4. Grande Blog, Frei Rojão! Também te sigo no twitter.

    Se achar justo, adicione tb meu blog Católico

    http://laudom.blogspot.com/

    Em Cristo, com Maria,

    Abcs,

    ResponderExcluir
  5. ROJAO...CONTINUO MINHA CRUZADA CONTRA OS APOSTATAS PROTESTANTES.... VEJA PORQUE NO BLOG....

    ResponderExcluir
  6. FREI CLEMENTE TO RECEIOSO DE MORRER DE FOME ENTRE DOIS PRATOS DE COMIDA.
    Eu fui criado numa religiao catolica austera onde a salvaçao estava em ir a missa aos domingos confessar rezar o terço comungar, e sentia que faltava mais caridade e preocupaçao com os mais carentes mas nao podia falar nisso pois o importante era o evangelho, com o passar me afstei da igreja, hoje tenho 2 filhos 10 e 12 e por varias vezes tento voltar a missa, mas falta algo, nao sei explicar, gosto de palestras onde se fala de Cristo, evangelho, leio muito isso, rezo tenho uma vida crista, sou fiel, sou caridoso, sou medico e me coloco sempre de uma abordagem medica crista com amor compreençao, mas tenho medo que meus filhos nao tenham uma religiao, mas nao da pra leva-los por levar, nao da para leva-los ao Pe Marcelo Antonio maria, celebridades de ricos da midia, etc, posso estar errado, o que faço?
    onde esta meu erro? humildade?
    Cristo e tao acessivel, pq estou com esta dificuldade de dar religiao aos filhos?
    poderia me ajudar a desatar este nó :)))
    muitissimo obrigado

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.