Banana e maça são frutas e não podem ser legumes

/
10 Comentários
Frei, por que você diz que aceitar o Concílio de Nicéia mas negar o Vaticano II é contraditório?


Frei Rojão responde.

Ambos são Concílios Ecumênicos e tem a EXATA e MESMA autoridade. E não me venham usando comentários papais de rodapé sobre Concílio Pastoral e firulas sobre a palavra "dogmático". Quem nega o CVII, nega a autoridade de todos seus precedentes. Banana e maça são frutas e não podem ser legumes. Sim sim, não não, e o que vai além disso é coisa do Maligno.


Você também pode gostar

10 comentários:

  1. Vai fazer esses "tradicionalistas" entenderem isto ... para eles o CVII está mais para o abacate, entende, é fruta mas da para usar na salada ... :)

    ResponderExcluir
  2. Só queria que algum tradicionalista me mostrasse no Código de Direito Canônico onde está escrito que alguns Concílios Ecumênicos tem mais poder que outros.

    ResponderExcluir
  3. Fico imaginando: se a Fraternidade São Pio X se reconciliar com a Igreja, como ficará a "causa" tradicionalista? É bem capaz de criarem a sua própria igreja...

    ResponderExcluir
  4. Frei,

    Responda-me uma questão : fui seminarista e a época percebi por parte dos senhores Bispos uma certa predileção por candidatos ao sacerdócio, digamos delicados em detrimento do pessoal hetero. Isso muito me deixava e deixa triste. Tenho colegas no clero e essa "política" continua, apesar dos escândalos. Por favor, me responda, o porquê disso...Se for possível uma resposta.Agradeço

    ResponderExcluir
  5. Pô Anônimo.

    Se tinha seminário fazendo seleção pela "delicadeza" de seus candidatos, isso era seminário de quê? Não tenho dúvida que se isso que você está falando é verdade não vai demorar para aparecer os encândalos, esse seminário esvaziar e se Deus quizer acabar.

    ResponderExcluir
  6. Frei, qual é sua opinião sobre o Olavo de Carvalho?

    ResponderExcluir
  7. O Wagner Montes católico.
    Você pode não concordar com algumas baboseiras que ele fala, mas as vezes você concorda em parte e é engraçado... escraaaaaaacha!
    Muitas vezes você fica na dúvida da posição real dele.

    ResponderExcluir
  8. Prezado Leandro,

    Não se trata de seleção por "delicadeza". Acontece que diante de fatos concretos os casos eram abafados pelo senhor Bispo e hoje cardeal "aposentado" e muitos chegaram ao sacerdócio na própria diocese ou na cidade São Paulo.

    Um desses padres é hoje candidato ao epispocado, acredite se quiser...

    ResponderExcluir
  9. Frei,

    O senhor viu o escândalo da Missa Pré-balada?

    ResponderExcluir
  10. Caro Anônimo

    Não vou duvidar da história.
    Mas o fato de existir candidatos homossexuais ao sacerdócio em si não é problema.
    O que devemos ter em mente é que o estado de vida do sacerdote é o celibatário. Então sendo ele homossexual ou heterossexual o que importa é que o seminário faça uma preparação séria e condizente com as exigência do sacerdócio.
    Se ele é capaz de se manter celibatário e desempenhar as suas funções dignamente, não vejo problema.
    Precisamos de sacerdotes santos. Então a preocupação é evitar que chegue ao sacerdócio homens que depois não causem escândalo sendo pegos em motéis com coroinhas ou filmados em casas paroquiais com domésticas.

    Homo ou Hétero não é critério de seleção. Isso sim seria homofobia.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.