A alfândega do céu

/
4 Comentários
Pouco me interessa saber sobre tempo, céu, inferno e purgatório, quando eu morrer saberei (ou não) de todas essas coisas!!!!

Frei Rojão comenta:

Brilhante estultície! Você parece um homem que vai viajar para o estrangeiro e não se preocupa em levar passaporte, nem preencher os documentos, nem tomar vacinas, nem pegar vistos na embaixada, nem nada. Quando chegar lá se preocupará! Só que no céu quem não tiver o visto de santidade não entra. E não tem como preparar na hora! Ao contrário dos países, não terá vôo de volta para ser extraditado. Não terá meia-volta. Quem não passa no controle de imigração do céu cai no Inferno.


Você também pode gostar

4 comentários:

  1. Jorge Eduardo dos Reis Velasco.22 de junho de 2010 16:43

    Frei, cada resposta, cada lição. Será que o Frei Rojão poderia abordar o tema do inferno em um dos seus posts? Adoro ouvir falar em escatologia e devido as obras do falecido Malachi Martin, criei um forte interesse também por demonologia.
    Obrigado.

    ResponderExcluir
  2. E olha que a porta é estreita: gordinhos em pecado... dieta de água benta já!

    ResponderExcluir
  3. Imagina o seguinte: No céu estarão os santinhos, só haverá oração, louvação...
    No inferno haverá as melhores baladas, pegação total, sexo o tempo todo e com quem quiser...

    Acho que vou querer ir para o inferno!!!

    ResponderExcluir
  4. Autor do "Pouco me interessa saber sobre tempo, céu, inferno e purgatório, quando eu morrer saberei (ou não) de todas essas coisas!!!!"...

    Frei, o senhor está igualando nossa viagem eterna como uma viagem ao exterior?
    Francamente, se eu vivo a minha vida bitolado em descobrir o que haverá depois desta, estarei agindo por medo e não por conversão! Para essa "viagem" não se faz malas nem se tira passaporte, pois lá no céu só vai entrar que soube amar, esse é o verdadeiro passaporte, que não se tira, mas se pratica de coração!

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.