Na vida espiritual, como na despressurização de aviões

/
4 Comentários
Padre, Acho que pequei por omissão. Meu amigo bebeu e disse que transava com a namorada. Não fiz nada. Acha que eu pequei por omissão?

Frei Rojão responde

Não entendi. Ele "transou" (odeio este verbo, prefiro o bom e velho FORNICAR) com a SUA namorada? Neste caso se você se omitiu de matá-lo trata-se de ação até meritória. Na lei dos homens, se você o matasse poderia até ser absolvido por defesa da honra.

Agora, se ele FORNICOU com a namorada DELE, como você pôde ter se omitido? Você acha que se omitiu por não ter passado um sermão que seria ineficaz, moralista e antiquado? Omissão é apenas quando você evita o ATO. A "correção fraterna" (e as vezes a não fraterna também) é meritória, mas honestamente não vejo o que poderia mudar. Ou ele diria "OK, OK, OK, não vou mais fornicar com ela"??? Duvido!

Vão me esfregar Ezequiel na cara. "Se o profeta não corrige o pecador ele torna-se culpado". Bem colocado, o profeta! E tal era o oráculo acompanhado de tamanha autoridade que a culpa era do ouvinte mesmo. Mas você, com tão pouca autoridade, o que podia fazer, meu Deus? Jesus se silenciou diante do Sinédrio que o acusava. Alguém acusa Jesus de omissão? "Vocês são mentirosos em suas acusações, sacerdotes". Não. Cristo - e veja que autoridade - sabia que reprovações eram ineficazes.

Eu só veria pecado de omissão neste caso se você evitasse que ele FORNICASSE - mas como? Tirar aquilo daquela? Com a mão? Pior ainda! Vai que Belial tentasse e você quisesse participar?

Filho, na vida espiritual, faça como nas emergências de avião, primeiro ponha a máscara de oxigênio e cuide de si mesmo, depois ajude os outros.



Você também pode gostar

4 comentários:

  1. É, Frei! As vezes até da vontade de evitar o tal "ato" (o alheio,o alheio)mas... mesmo que se consiga hoje, pouco adianta para amanhã :(( Comigo, evito o quanto posso (até que consigo...) mas fico sinceramente triste quando vejo os outros... Mas, vai que é hipocrisia, neh? sei lá... Mas o seu conselho foi bom, não foi pra mim, mas o chapéu serviu :) As vezes eu me preocupo por ver e não (poder) fazer nada.

    grato

    ResponderExcluir
  2. Belial fazia tempo que eu não ouvia ...o demo tem tantos nomes e tantas caras, de vez em quando aparece um nome esquecido !

    ResponderExcluir
  3. "Tirar aquilo daquela" é o argumento definitivo.

    ResponderExcluir
  4. Enquanto for aquilo naquela ainda há esperança. O problema é quando é aquilo naquilo.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.