Fiel pergunta sobre a etiqueta no Pai-Nosso da missa

/
11 Comentários
Frei Rojão, sempre tenho dúvidas no painosso da missa. O que eu devo estar fazendo? Porque uns dão as mãos, outros a erguem, outros cantam musiquinha. Eu fico envergonhado de dar as mãos, especialmente no final que o povo parece que termina apertando mais forte sua mão para dizer que gosta muito de voce. Sabe, Frei, seguram com a mão morta o tempo todo, depois que falam Amém, apertam e balançam. E eu? Devo apertar e balançar no final?



Frei Rojão responde:

Filho, esse negócio de apertar e balançar no final você usa no mictório...





Você também pode gostar

11 comentários:

  1. explosão se riso e queda acidental da poltrona ao me recostar demasiado para trás

    ResponderExcluir
  2. Depois de passar no mictório, dê as mãos ao irmão do lado e vá rezar.

    ResponderExcluir
  3. Renovação Carismática é foda também.

    ResponderExcluir
  4. Pior que isso nem é da RC, toda "Missa Nova" é assim. E aí frei Rojão? O que fazemos?

    ResponderExcluir
  5. Cuspa na mão e esfregue uma na outra, ninguém vai querer pegar nelas.

    ResponderExcluir
  6. "Missa Nova"!!!!!!!!!
    Que termo mais... assim... Lefebrista!
    Agora até as mãos dadas do Pai Nosso cai na conta do Concílio Vaticano II?
    Eu li todos os documentos, inclusive o Sacrosanctum Concilium, e não lembro de nenhuma normatização para a oração do Pai Nosso. Existe norma somente para o uso da música, mas o resto é "invencionisse" do povo!!!

    ResponderExcluir
  7. Pois é, Leandro, mas isso é o que predomina nas paróquias, até o Concílio Vaticano II é distorcido. E eu coloquei "Missa Nova" entre aspas, é claro que eu acho o Novus Ordo Missae lícito, essa "Missa Nova" não foi invetada pelo CV II, é como você mesmo disse, algumas coisas foram invencionisse do povo, mas outras não. É impossível não mencionar o "por todos" no lugar de "por muitos", não é só o povo que inventa coisas...
    Quanto ao fato de ser Lefebrista, seilá, acho que o pessoal pega pesado demais com o Dom Lefebre, acho que o problema está mais com os lefebristas, tradicionalistas ou o raio-que-parta do que com o próprio Dom Lefebre.

    ResponderExcluir
  8. MAIS PARA OS LEFEBRISTAS???? O QUE ESTÃO FAZENDO NÃO É NEM 10 POR CENTO (tecla estragada) do QUE OS LEFEBRISTAS QUEREM.

    ResponderExcluir
  9. Aff... detesto estas frescuras nas minhas missas tambem. Cada um reze como quer criatura!

    ResponderExcluir
  10. Leandro Lopes, você tem toda razão, não seja assim radtrad reaça de direita, pegue no pau do cara do lado. Depois sente no obelisco.'.

    ResponderExcluir
  11. Não é frescura e sim obrigação de seguir as normas, quem não segue deve perecer

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.